Chega em São Paulo o Lady Driver – aplicativo de transporte feminino

A cidade de São Paulo acaba de ganhar uma opção de transporte feito especialmente para elas. A startup, Lady Driver, é um aplicativo de transporte feminino, que conecta passageiras a motoristas mulheres. A empresa é precursora no Brasil e propõe trazer mais tranquilidade e empatia para as passageiras durante as corridas, atendendo as necessidades do universo feminino e atuando também como ferramenta mediadora da independência financeira da mulher.

A ideia surgiu após a CEO da empresa, Gabi Correa, sofrer um assédio em uma corrida de táxi com um motorista do sexo masculino. Dado o ocorrido, por precaução, a empresária começou a viajar somente com uma motorista mulher. Foi então que após uma pesquisa acerca do assunto e a constatação da inexistência do mesmo, a empreendedora decidiu criar o aplicativo para atender somente mulheres. Além de Gabi, que é formada em Finanças e Administração, a startup conta com mais duas sócias: Raquel Lopes, formada em hotelaria e Bianca Saab, arquiteta, especialista em urbanismo e mobilidade urbana – e também a empresa Kick Ventures, que investe na startup.

Segundo pesquisas feitas pela empresa, a empatia, o companheirismo e a afinidade passada demonstram que a maioria das passageiras preferem atendimentos feitos por motoristas do mesmo gênero. Gabi Corrêa também relata os benefícios do aplicativo sobre economia e emprego, pois, segundo a empreendedora, cerca de 20% das motoristas são mulheres que nunca haviam trabalhado para outros aplicativos por questão de insegurança.

O app é a 5ª empresa de mobilidade urbana com permissão para atuar na cidade paulistana, juntamente com a Uber, Cabify, 99 e Easy Taxi – a licença da Prefeitura foi concedida no último 8 de Março – Dia Internacional das Mulheres. Com isto, o aplicativo começou sua operação dia 23 de Março e já conta com mais de 2000 mulheres cadastradas. Ele pode ser encontrado para download na plataforma Android e daqui 15 dias na plataforma IOS também.

você pode gostar também Mais do autor