Facebook terá novo passo: criar comunidades

O dono do Facebook, mais conhecido como Mark Zukeckerberg, anunciou hoje (22), em Chicado (EUA), durante uma palestra para grandes e principais administradores de grupos da rede social no Facebook Communities Summit, uma novidade. A nova missão de sua rede social será criar comunidades. Mas acalme-se, leitor. Se você está pensando que será igual no falecido Orkut está enganado.

A ideia de Zukeckerberg é “fazer um mundo um lugar mais aberto e conectado” e “dar poder para as pessoas construírem comunidades e se aproximarem”.

“O Facebook quer ajudar 1 bilhão de pessoas a entrar em comunidades positivas. Se nós conseguirmos fazer isso, além de reverter o declínio dos grupos, vamos fortalecer a nossa sociedade e aproximar as pessoas”, relatou o dono da rede social. Esse novo passo representa uma grande mudança no Facebook, que já tem 2 bilhões de usuários.

Surgem, então, mudanças no perfil dos grupos do Facebook.Com o “Insights de Grupo” os adminstradores poderão acessar métricas de engajamento, curtidas e sobre os participantes – dados que, antes, eram mais díficeis de ter acesso. Agora os donos de grandes grupos não terão mais problemas para aceitar novos participantes. Assim, os novos associados passam a ser ordenados e filtrados em categorias como gênero e localização, o que torna o processo de aceitar ou recusar mais fácil.

Além disso a remoção de membros também passará por mundaças para manter a segurança nos grupos. Tudo o que a pessoa removida fez no grupo (comentários, curtidas e publicações antigas) será apagando, incluindo outros usuários que foram adicionados por ela.

Os administradores e moderadores também poderão programar as postagens. Apesar de já ser possível em publicações comuns, não é possível faze-lo em grupos. A recomendação de grupos também será uma novidade no Facebook para que esses grupos possam se conectar entre si.

Gostou da novidade? Deixe seu comentário abaixo!

você pode gostar também Mais do autor